Olá Visitante! Cadastre-se ou faça seu Login
Login com Facebook
ou
Você está em Andradas / MG

Você está aqui: Home / Colunistas / Esporte e Saúde / Musculação e perda de peso

Priscila Valiarini



Profissão:
Profissional de Educação Física
banner Colunista

Outros Colunistas

banner Colunista banner Colunista banner Colunista
Atualizado


Musculação e perda de peso

Os adeptos de musculação, historicamente nunca gostaram muito de exercícios aeróbicos. Na época, teorias práticas dos famosos "marombeiros" evidenciavam que os exercícios contínuos de longa duração poderiam prejudicar o ganho de massa muscular. No entanto, com o passar dos anos, os exercícios aeróbicos ganharam espaço e passaram a ser benéficos para a redução de gordura e para a saúde cardiovascular.


A maioria dos estudos da época revelavam que o exercício anaeróbico (Treinamento de Força), tecnicamente não utilizava ácido graxo (gorduras) como substrato energético para realizar os exercícios resistidos, portanto a maioria dos profissionais da área entendiam que este tipo de atividade não poderia ser tão eficiente no aspecto da gordura corporal e que somente atividades aeróbicas resultaria no aumento do gasto calórico e na oxidação dos ácidos graxos.


Segundo SANTARÉM (1999), a base do emagrecimento seria o balanço calórico negativo, ou seja, a ingestão de pequenas quantidades de calorias associado á um grande gasto calórico diário.


Resumindo, quando o exercício é aeróbico a mobilização da gordura ocorre durante a execução do mesmo, contrariamente dos exercícios anaeróbicos que necessitam exclusivamente de creatina fosfato e glicogênio para sua realização.


No entanto, quando se utilizam todas as reservas glicogênicas do músculo, o metabolismo precisa de estratégias diferentes para conseguir energia e é ai que entram os ácidos graxos e as proteínas como impulsionadores energéticos.


Um exemplo disso são os maratonistas, que realizam percursos longos, normalmente de 2 horas ou mais de corrida contínua. Nos minutos iniciais, os atletas utilizam como forma de energia a creatina e o glicogênio, em seguida, após um longo período de prova estas reservas já estão se esgotando e gorduras precisam ser solicitadas rapidamente, como este tipo de atleta não possui altos níveis de gordura no corpo, precisará das proteínas como forma de auxílio para então poder cumprir o final da prova. Essa talvez seja a explicação lógica, pelo fato dos maratonistas serem tão magros e definidos.


Pode fazer aeróbico em jejum?


Não, o aeróbico quando realizado em jejum, não lhe trará mais perda de peso como muitas pessoas pensam, pelo contrário, consumirá toda a proteína que você tem armazenada no músculo e isso acarretará em perda de massa magra e maior flacidez da pele. O ideal em uma dieta saudável é carboidrato, gorduras, carboidrato (nova refeição).


Com base nestes questionamentos, conclui-se que a mobilização da gordura é muito mais eficiente quando realizada depois do treinamento de força, pois além do gasto calórico ser bem maior, todas as necessidades metabólicas podem ser atendidas de forma correta, sem prejudicar o organismo.


Autora: Priscila Valiarini



Fonte: Monografia de 2002 da UNIFAE - EXERCÍCIOS RESISTIDOS PARA TODOS OS FINS - Autora: MARIZA

Deixe seu comentário

Você está em Andradas / MG
Portal Andradas
Unidade Andradas, MG


RR Serviços de Informação na Internet Ltda. - ME - 17.373.881/0001-99
© 2008-2017 Copyright Franquia Portal da Cidade ®