Portal da Cidade Andradas

SAÚDE

Peça Teatral na Escola dos Gonçalves informa e encanta os alunos

Objetivo foi conscientizar para que cada um se torne agente de saúde no combate ao Aedes Aegypti

Postado em 11/04/2018 às 10:02 | Atualizado em 11/04/2018 às 10:41

A esquete foi criada e desenvolvida pelos alunos e professoras do Projeto Escola Integral “Vida Nova” (Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

(Foto: ACS/Prefeitura Municipal)

Um assunto que precisa ser lembrado sempre e de maneira informativa é o combate ao mosquito Aedes Aegypti. Transmissor de doenças como a Zica, Chikungunha e Febre Amarela foi tema de um teatro desenvolvido na Escola dos Gonçalves, localizada na Zona Rural de Andradas. Além da peça outras ações aconteceram através da inserção de conteúdos nas atividades escolares, assim como palestras em parceria com os profissionais da saúde, através do programa Saúde na Escola.

A esquete foi criada e desenvolvida pelos alunos e professoras Jussara Aparecida Martins Carlin e Jaqueline de Oliveira, do Projeto Escola Integral “Vida Nova”. As crianças que tem entre 9 e 11 anos, se dedicaram e mostraram em um enredo que noticia os casos de dengue, a importância da conscientização e prevenção. A plateia de crianças do Jardim I até o primeiro ano entendeu o recado e de maneira lúdica estenderão as informações aos familiares.

“É uma maneira de passar a mensagem de um jeito divertido que prende a atenção das crianças. Sem dúvidas, formando cidadãos conscientes para o futuro.” afirmou a professora Jaqueline Maria de Oliveira professora do Projeto Escola Integral.

Ao final objetivo alcançado: conscientização e sensibilização dos alunos, pais e profissionais para que cada um se torne um agente de saúde no combate ao mosquito Aedes Aegypti.

Fonte: ACS/Prefeitura Municipal

Deixe seu comentário