Portal da Cidade Andradas

DOIS TIROS

Jovem é morto após ser baleado pela PM durante a madrugada em Andradas

Segundo a Polícia Militar, equipe teria ido atender a uma ocorrência relacionada à Lei Maria da Penha e o indivíduo estava armado

Postado em 27/07/2020 às 09:00 |

Jovem de 26 anos foi atingido por um tiro (Foto: Ilustração)

Um jovem morreu após ser baleado pela Polícia Militar na madrugada dessa segunda-feira, 27, no bairro Jardim Itália, em Andradas.

Segundo as informações iniciais divulgadas pela Polícia Militar, uma equipe teria ido atender a uma ocorrência relacionada à Lei Maria da Penha. O indivíduo estava armado e tentou fugir da abordagem. Ele chegou a apontar a arma na direção dos policiais e acabou atingido.

O jovem, identificado como Lucas Monteiro Fernandes, de 26 anos, possuía passagens pela polícia, teria sido atingido por pelo menos dois disparos e morreu ainda no local.

Confira a versão da Polícia Militar sobre o fato:

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), por meio do 29º Batalhão, com sede em Poços de Caldas, no Sul de Minas, esclarece que nesta segunda-feira (27.07.2020), por volta de 01h03min, um autor do sexo masculino, maior de idade, invadiu a casa de sua ex-namorada, insatisfeito com o término do relacionamento e proferiu diversas ameaças de morte a vítima, inclusive apontado para ela uma arma de fogo. A vítima e sua mãe correram para a via pública para pedir socorro e o autor fugiu do local em uma motocicleta. A Polícia Militar realizou rastreamento do autor, sem êxito em sua localização. Posteriormente, às 04h10min, o autor chegou à casa de seus pais, localizada à Rua Paulo Sérgio Mosconi, Bairro Chácara Piraptinga, quando passou a promover quebradeiras e sua mãe acionou o serviço de emergência policial. Como era sabido que o autor estava armado, os policiais foram ao endereço e entraram na residência, após a autorização de seu pai, contudo o autor não foi localizado. Testemunhas que estavam no local relataram que o autor pulou o muro e se homiziou no telhado de uma residência, mas não foi localizado. Novas informações de que o autor retornou à residência de seus pais foram recebidas e a equipe policial foi ao seu encalço, localizando-o sobre o muro, com a arma de fogo na mão. Em dialogo com o autor, na tentativa de persuadi-lo a se entregar, o autor não obedeceu e apontou a arma para o policial militar. Exauridas todas as possibilidades de dialogo com o autor, devido ao seu alto grau de agressividade e o extremo perigo que oferecia aos policiais responsáveis pela ocorrência, fez-se necessário, o disparo de arma de fogo, conforme preconiza os protocolos de atuação policial militar em casos de utilização de arma de fogo. O autor empreendeu fuga e caiu alguns metros a frente, próximo ao portão de entrada da casa, ainda armado. Ele foi desarmado pelos policiais militares e constatado sangue em suas vestes, sendo acionado o serviço de atendimento SAMU, que chegando ao local constatou o óbito do autor. A perícia técnica compareceu ao local e realizou os trabalhos de praxe, liberando o corpo para a funerária local.

Fonte:

Receba as notícias de Andradas no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário