Portal da Cidade Andradas

DA UVA AO VINHO

Vinhos Bertoli e Nau Sem Rumo: tradição centenária em Andradas

Vinícola expandiu rapidamente a distribuição de seus vinhos para atendar a imigrantes em São Paulo

Postado em 01/07/2019 às 00:03 |

Adega centenária segue preservada pela família Bertoli (Foto: Arquivo pessoal)

A Família Bertoli é mais uma a deixar a Itália e seguir para o Brasil. No final do século XIX chegou a Andradas, se instalando no local considerado de características climáticas e de relevo parecidos com sua terra natal pelo patriarca Francesco Bertoli. Já no ano de 1905, o imigrante italiano deu início ao plantio de uvas e à produção de vinhos, suas grandes paixões.


Ítalo Francisco Bertoli é proprietário das vinícolas Bertoli e Nau Sem Rumo (Foto: Arquivo pessoal)

A paixão pelos vinhos foi passada à geração seguinte. Jácomo Bertoli, o filho mais velho de Francesco, seguiu com a fabricação de vinhos e mais, aumentou a produção, solidificando o nome Bertoli no setor de produção vinícola. "Instalada em Andradas a adega J. Bertoli produzia vinhos finos, vinhos de mesa, licores, conhaques, espumantes e graspa, e, inaugurou uma loja própria em São Paulo na década de 50 onde atendia principalmente os imigrantes italianos, portugueses e espanhóis que logo além de fregueses tornam-se amigos longevos", conta descendente dos fundadores da vinícola, Heloísa Bertoli.

Com o nome Bertoli se afirmando, em 1949 Jácomo e o filho Italo adquirem mais uma vinícola: a Nau Sem Rumo, responsável pela elaboração do primeiro Vinho Tipo Madeira produzido no Brasil. "O vinho delicado, apreciado como aperitivo se torna o carro chefe do serviço de bordo da Empresa Varig ao mesmo tempo em que domina os restaurantes de alta gastronomia de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília", explica Heloísa. A semelhança do solo de Andradas com o da Ilha da Madeira percebido por Francesco em sua chegada ao Brasil foi grande valia para a vinícola. Isso porque, possibilitou o cultivo em larga escala das uvas Jacques, matéria prima da produção do Vinho Madeira.


Vinhos Bertoli e Nau Sem Rumo possuem tradição em vinhos finos (Foto: Arquivo pessoal)

Heloísa destaca ainda uma curiosidade ao vinho da família. "O nome Nau Sem Rumo é uma homenagem às embarcações que partiam da Ilha da Madeira, em Portugal, para terras distantes. O meio que os antigos produtores empregavam para acelerar o processo de envelhecimento era o de colocar os tonéis de vinho no bojo das Naus que aportavam na Ilha. Servindo de lastro, o vinho percorria longos roteiros – muitas vezes sem rumo determinado – através dos mais diversos climas e portos da África e Europa, antes de retornar à Ilha", detalha.

Essa curiosidade histórica serviu de inspiração para que o nome de Nau Sem Rumo batizasse ao primeiro vinho Tipo Madeira brasileiro. Em sua quarta geração de vitivinicultores, a vinícola andradense conserva a tradição familiar de produzir vinhos de excelência, apreciados em qualquer ocasião.

A Nau Sem Rumo foi a primeira vinícola a produzir o vinho Tipo Madeira brasileiro (Foto: Arquivo pessoal)

Localizada na Rua São José, nº 119, em Andradas, a vinícola oferece visita guiada e degustações na Adega Bertoli, que preserva características originais de sua construção.

Serviço: Vinícola Nau Sem Rumo e J. Bertoli 

- Localização: Rua São José, 119, Centro - Andradas-MG (no Google Maps)
- Telefones: (35) 3731-1507 e (35) 99215-3580 (WhatsApp)
- Rede Social: Facebook
- E-mails: vinhosbertoli@caracolnet.com.br e viabertoli@uol.com.br
- Horário de atendimento: mediante agendamento pelo WhatsApp
- Produtos: A Vinícola Bertoli oferece vinhos finos tinto seco e branco seco, vinhos de mesa seco e suave, cachaça e licores. A Vinícola Nau Sem Rumo produz vinho branco licoroso doce (aperitivo), vinho branco licoroso seco (especial para culinária) e bagaceira.
- Visita guiada seguida de degustação e uma taça personalizada como brinde, valor R$ 24,00

Fonte:

Deixe seu comentário